Bruxismo saiba se você possui esse problema e como tratar

Na correria do dia-a-dia, ao chegar em casa, o que mais desejamos é relaxar e dormir para recomeçar a rotina no dia seguinte. Mas você já parou para pensar no que acontece com o nosso corpo quando estamos dormindo? Provavelmente não, porque não conseguimos sentir e isso é um dos principais motivos para que as pessoas não saibam que possuem bruxismo.

Leia e saiba tudo sobre o assunto!

O que é bruxismo?

O bruxismo dental é um transtorno em que o indivíduo afetado range ou aperta os dentes de forma involuntária durante o sono ou acordado em situações de estresse.

Se você costuma acordar com os músculos da mandíbula doloridos ou com uma leve dor de cabeça, pode ser que você sofra do transtorno. O bruxismo pode fazer com que os dentes fiquem doloridos ou soltos e, às vezes, partes dos dentes ficam levemente desgastadas.

Além disso, o bruxismo também pode levar a ocorrência de problemas que envolvem a articulação da mandíbula, como dinfunção da articulação temporomandibular e a mordida cruzada.

Sintomas de bruxismo

Os sinais e sintomas do bruxismo dentário podem incluir:

  • Esmalte dental apresentando desgaste, expondo camadas mais profundos dos dentes;
  • Aumento da sensibilidade dentária (perceptível ao tentar ingerir alimentos mais duros e sentir dor ao mastigar);
  • Dor na mandíbula;
  • Dor de cabeça;
  • Recuos de língua.

Em situações mais graves, o bruxismo causa:

  • Transtornos alimentares;
  • Irritabilidade e tensão;
  • Depressão;
  • Sensações de calor e frio nos dentes;
  • Insônia.

Bruxismo saiba se você possui esse problema e como tratar

O que causa bruxismo?

As principais razões físicas e psicológicas que podem levar a esse distúrbio são:

  • Ansiedade, raiva ou frustração;
  • Más oclusões, como a mordida cruzada entre outras;
  • Distúrbios do sono, como a apneia;
  • Efeito colateral de alguns medicamentos psiquiátricos, como antidepressivos;
  • Refluxo do ácido estomacal para o esôfago e para a boca.

Quais são os fatores de risco para a ocorrência de bruxismo?

Existem alguns fatores que podem aumentar o risco de bruxismo: Confira:

  • Idade

A ocorrência do bruxismo é muito comum em crianças e geralmente desaparece na adolescência.

  • Personalidade

Possuir uma personalidade mais agressiva, hiperativa ou competitiva pode aumentar o risco de se ter bruxismo.

  • Uso de substâncias estimulantes

Substâncias como nicotina, álcool, cafeína e drogas podem aumentar o risco da ocorrência do distúrbio.

Bruxismo saiba se você possui esse problema e como tratar

Bruxismo infantil: como lidar com esse transtorno no seu filho

Como dito anteriormente, é muito comum a ocorrência do bruxismo em crianças, necessitando de cuidados específicos para evitar que o transtorno cause danos que perpetuarão pelo resto da vida dos pequenos.

Nesse caso, existem dois tipos do distúrbio, o bruxismo de vigília, que acontece quando as crianças rangem os dentes acordadas e o bruxismo do sono que, conforme o próprio nome indica, aparece quando os pequenos estão dormindo.

Quais são as causas para o bruxismo infantil?

No caso das crianças, é importante ressaltar que a condição é considerada um distúrbio do sono, aparecendo, na grande maioria das vezes, em pequenos que possuem uma qualidade do sono ruim, acarretada por diversos fatores.

Entre eles, estão a eneurese (ato de urinar na cama inconscientemente durante o sono), o sonilóquio (falar dormindo e sonambulismo), além de estar fortemente relacionado ao desenvolvimento da rinite alérgica, asma e outras complicações respiratórias que podem aparecer durante a infância.

Além disso, existe outra condição que é colocada como uma das principais causas do bruxismo nesse período, sendo essa a quantidade de tempo que passam em frente às telas. Isso acontece porque, ao ficar em frente a um celular, por exemplo, ficam em estados de concentração muito prolongados e podem apertar e ranger os dentes caso fiquem muito tempo nessas condições.

Por esse motivo, é importante que os pais tomem cuidado e evitem longas exposições dos seus filhos a aparelhos eletrônicos, já que podem acarretar o aparecimento do bruxismo de vigília, citado anteriormente.

E não podemos deixar de citar as más oclusões que, quando não tratadas e não acompanhadas por um ortopedista funcional dos maxilares desde o nascimento da criança, também podem acarretar a ocorrência do bruxismo infantil.

 

Como prevenir o bruxismo em crianças?

Praticar técnicas de relaxamento, incentivar a prática de esportes físicos, ministrar uma boa alimentação, evitando refrigerantes e outras bebidas com cafeína, implantando desde cedo um estilo de vida mais saudável são formas de evitar o aparecimento do bruxismo. Além de procurar incentivar a mastigação desde o nascimento dos primeiros dentes do bebê.

Como tratar bruxismo infantil?

O tratamento para bruxismo em crianças pode ser realizado da mesma forma de quando acontece em adultos, com a utilização de aparelhos específicos para bruxismo como alternativa para minimizar o atrito entre os dentes superiores e inferiores.

A visita a um ortopedista funcional dos maxilares desde a suspeita do transtorno até o final do tratamento é essencial para evitar qualquer sequela na saúde bucal do pequeno.

Bruxismo: saiba se você possui esse problema e como tratar

Dentista na Vila Olímpia

Seu filho possui alguns dos sintomas citados acima e você desconfia que seja bruxismo?

Visite o nosso consultório de odontopediatria na Vila Olímpia, São Paulo, na Rua Alvorada, nº 64, cj. 102 – Clínica de Ortopedia Funcional dos Maxilares.

Telefone: (011) 3848-0007

 

Bruxismo: saiba se você possui esse problema e como tratar

Open chat
Precisa de ajuda?