A gengivite tem cura

A gengivite é uma inflamação da gengiva situada ao redor dos dentes que, por ser indolor e apresentar sintomas muito leves, acaba que muitas pessoas nem sabem que a possui.

Porém, quando descobrem, eis que surge a dúvida: é possível evitar e tratar a gengivite?

Leia e saiba tudo sobre o assunto!

Confira também: Bruxismo

O que é gengivite?

A gengivite nada mais é do que uma inflamação na região gengival provocada, na maioria dos casos, por uma limpeza bucal inadequada. Entre outros sintomas, a doença causa vermelhidão, sangramento e mau hálito.

Quando sem tratamento, a doença evolui para a periodontite, ou seja, uma inflamação que danifica as estruturas que sustentam o dente, o osso, e que chega, inclusive, a comprometer a saúde cardiovascular.

O que causa gengivite?

O estopim são os restos de comida que, ao ficarem nos dentes, atraem bactérias. Elas, então, começam a se alimentar, multiplicam-se e fixam residência na boca. Quando em grandes quantidades, passam a atacar a gengiva, o que gera a inflamação.

Embora a maioria dos casos de gengivite seja ocasionada pelos maus tratos odontológicos, existem outros fatores que podem contribuir para o aparecimento da doença. A gengivite é muito comum na gravidez, por exemplo, bem como em pessoas na puberdade ou na menopausa, devido às alterações hormonais que acontecem durante esses períodos e afetam as bactérias na boca.

Além dessas, tabagismo, diabetes e deficiências de vitaminas também podem aumentar o risco da doença.

Confira mais alguns fatores de risco gengivite:

  • Uso de medicamentos contraceptivos;
  • Déficits no sistema imunológico;
  • Consumo excessivo de bebidas alcoólicas;
  • Excesso de peso.

A gengivite tem cura

Como saber se possuo gengivite?

O primeiro sintoma gengivite que faz com que a maioria das pessoas suspeitem sobre a ocorrência da doença é a aparição de uma pequena quantidade de sangue na sua escova de dentes, na pia, enquanto realiza a escovação ou no fio dental, que deve ser utilizado todos os dias.

Além disso, você pode notar que a sua gengiva está mais vermelha e menos firme do que o normal. Você também pode sentir dor ao mastigar.

Percebendo isso, a visita a um dentista é indispensável para diagnosticar a doença com precisão.

Confira outros sintomas e sinais de gengivite:

  • Feridas pequenas e pus na boca;
  • Retração ou recessão gengival;
  • Mau hálito;
  • Aparecimento de placa bacteriana (tártaro).

Como tratar a gengivite?

Caso tenha parado para ler a matéria porque quer saber como tratar gengivite e se ela, realmente, possui cura, saiba que a resposta é positiva. A gengivite tem cura.

O tratamento acontece, algumas vezes, com a necessidade de se tomar remédios para frear a ação das bactérias. Caso a doença não esteja em um estágio muito avançado, o especialista remove o tártaro dos dentes e, acima de tudo, orienta mudanças no estilo de vida, tanto na alimentação, quanto no que se diz respeito à higiene pessoal.

No caso, a orientação é que a pessoa em questão escove dentes por pelo menos 3 vezes ao dia e utilizar o fio dental após a escovação. Além disso, a utilização de um enxaguante bucal também pode ser fundamental para reverter o quadro da doença.

Alimentos muito açucarados devem ser evitados durante o tratamento.

Como prevenir a gengivite?

Ainda que a doença apareça devido aos fatores de risco citados anteriormente, a valorização da higiene bucal é fundamental para impedir o seu desenvolvimento. Ou seja, abuse do fio dental e escove os dentes após cada refeição!

Além disso, manter a escova seca e trocá-la a cada três meses evita que ela vire uma mina de bactérias que, consequentemente, serão passadas para a sua boca.

Realizar visitar regulares ao dentista também ajudam a prevenir a doença. No consultório, o especialista realizará limpezas rotineiras para expulsar a placa bacteriana, impedindo o desenvolvimento das bactérias e a formação de tártaro.

Uma alimentação rica em ômega-3, com peixes, nozes e linhaça, por exemplo, também pode diminuir as substâncias inflamatórias ligadas ao transtorno em questão. Porém, não adianta nada investir nesse tipo de alimentação se não cuidar muito bem dos seus dentes!

Leia também: Invisalign

Dentista na Vila Olimpia

Se você está procurando por dentista ou odontopediatra na Vila Olimpia, São Paulo, visite o nosso consultório na Rua Alvorada, nº 64, cj. 102 – Clínica de Ortopedia Funcional dos Maxilares.

Telefone: (011) 3848-0007

A gengivite tem cura

2 comments

  1. Pingback: Como clarear os dentes? - Silvia Bastos

  2. Pingback: Tártaro no dente pode ser perigoso? - Silvia Bastos

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Precisa de ajuda?